Existe alguém morando no meu corpo


Existe alguém morando no meu corpo

O que faço diariamente, determina grande parte de minha maestria,
Se me vitimizo todos os dias, serei uma excelente vítima.
Se todos os dias eu me sento para meditar e permitir que minha mente esteja em seu natural estado de quietude, um dia notarei que estou em paz.
Dizem que muitos por cento daquilo que Somos, o fazemos inconscientes. De forma que o autoconhecimento é a única maneira de “iluminar” aquilo que nem sequer ousamos pensar.
Daí, o corpo! A linguagem do corpo fala em todos os níveis de minha consciência.
Como se meu inconsciente estivesse falando comigo, numa linguagem tão íntima e tão distante, que me confunde.
E de tanto querer expressar, aquilo que nem penso, sinto-me invadida em meu corpo. Dominada em meus movimentos. Adoeço, fatigada.
E cada vez que me levanto para fazer xixi ou preparar um chá, sei que venci mais um pouco, nessa função de estar no corpo.
De aprender a impor minha vontade em benefício da minha integridade.
Por isso observo o que me acontece, dentro e fora do corpo.
Por isso pratico a respiração. Esse alguém, que entra e sai de mim, em forma de ar, que permanece em contínua impermanência e que me é desconfortável, Sou Eu.

CorpoInConsciencia
Faça-se uma gentileza
Observe sua respiração.
Articule sua mente

Anúncios