A Lei da Reciprocidade


reciprocidade

Adaptado de: “Respostas a Perguntas” de Abdruschin

A Lei da Reciprocidade perpassa tudo. Não se estende apenas sobre o pensar e o atuar consciente e desejado dos seres humanos, ou sobre sua atuação nas diversas profissões, mas sim, também, sobre todos os acontecimentos considerados como naturais, que se realizam até certo ponto automaticamente.

A Lei da Reciprocidade, uma grande lei da Criação, diz:
que somente no dar é que também pode residir o verdadeiro receber.

Consideremos, por exemplo, a respiração! Só quem expira corretamente, pode executar e executará automaticamente a inalação sadia e perfeita, sim, através da expiração correta é levado e obrigado a essa inalação. Isso proporciona ao corpo saúde e força.

Com a expiração o ser humano dá! Ele dá algo que representa uma utilidade para a Criação: mencionamos aqui apenas o carbono, necessário à alimentação das plantas. Reciprocamente, ou conseqüentemente, pode aquele ser humano, que cuida bem da expiração, inalar profundamente e com satisfação, pelo que lhe aflui grande força, completamente diferente da respiração superficial.

Em sentido contrário isso não se dá. O ser humano pode inalar profundamente e com prazer, sem por isso ser automaticamente obrigado a expirar também profundamente, pois a maioria dos seres humanos executa justamente a expiração de forma superficial.

Eles procuram, sim, tomar com prazer, mas não se lembram de que também devem dar algo. E da falta desse dar acertado, isto é, da completa expiração, conclui-se muitas coisas: primeiro, que o ser humano, por esse motivo, nunca pode chegar a um verdadeiro prazer na inalação, e, segundo, que não será expelido ou removido tudo aquilo que é nocivo ou inaproveitável para o corpo, tendo de sobrecarregá-lo ou impedir a sua vibração sadia, pelo que, com o tempo, podem surgir muitos males. Um observador atento reconhecerá também nisso a lei que atua imperceptivelmente.

A percepção desse fenômeno é a absorção do prana que se faz da seguinte maneira:

Mede-se a aura antes e depois do exercício pode-se utilizar a vidência ou instrumentos como o aurímetro ou o pêndulo.

Expulse todo o ar dos pulmões; prenda a respiração por quatro tempos.
Inspire lenta e profundamente, imagine uma energia entrando pelo chakra básico, subindo pela coluna até sair pelo chakra coronário;prenda a respiração por quatro tempos.expire lentamente, imagine a energia entrando pelo chakra coronário e descendo pelo frontal, laríngeo, cardíaco, esplênico, umbilical e saindo pelo chakra básico.repita esse processo por cinco a sete vezes.

O resultado esperado é um aumento considerável do tamanho da aura, resultante da absorção prânica.
Essa energia será absorvida pelos corpos espirituais e paulatinamente passando deles, para o corpo físico.
Uma aplicação prática desse processo de absorção energética é na seqüência, dirigir essas energias para algum local dolorido, imaginando que as energias entrando durante a expiração se dirigem para lá.
Outras aplicações são o uso dessa energia no passe magnético e energização e se imaginarmos cores, também estaremos trabalhando com a cromoterapia mental.

Não é diferente com as coisas mais grosseiras do corpo. A ingestão prazerosa dos alimentos só pode ser alcançada mediante a digestão, isto é, transformação e transmissão posterior para a nutrição da terra e das plantas. Disso depende incondicionalmente.

Assim como se manifesta nos acontecimentos corporais, igualmente se processa nas coisas espirituais.
Se um espírito deseja colher, isto é, receber, então deve transformar e retransmitir o recebido.
A transformação ou formação, antes da retransmissão, robustece e tempera o espírito, que, nesse fortalecimento, torna-se capaz de absorver cada vez mais coisas valiosas, após haver criado espaço para isso pela transmissão, seja por palavras ou por escrito ou outra ação.

Unicamente após a propagação lhe advém alívio; do contrário oprimi-lo-ia, incomodá-lo-ia permanentemente ou o inquietaria, podendo finalmente até deprimi-lo completamente. Somente dando, isto é, retransmitindo, poderá ele receber renovadamente.

Nesse ensinamento, poderia ser considerado como o papel do instrutor que estuda um assunto, e o transmite aos seus alunos, dessa forma torna-se apto a receber novos conhecimentos.

Apenas menciono essas coisas facilmente observáveis e compreensíveis, para com isso dar uma idéia da grandiosa e sempre atuante lei. Todos os fenômenos na Criação estão sujeitos a essa lei. Os efeitos naturalmente sempre se apresentam de maneira diferente, de acordo com a planície e espécie correspondente.

Essa lei também pode ser interpretada diferentemente, elucidada de outra maneira, dizendo-se: quem recebe tem de retransmitir, do contrário surgem congestões e perturbações que são nocivas, podendo tornar-se destrutivas, porque opõem-se à lei automaticamente atuante da Criação. E não existe criatura que não receba.

Nota editorial:
Observe sua respiração e procure perceber que tudo respira…
A natureza é generosa e coloca tudo em movimento, mesmo o imperceptível.
Articule a mente a ponto de revolucionar em si valores incutidos por interesses incorpóreos, que fazem de você, um estranho no próprio corpo.
O corpo banido pelo cristianismo histórico, deve ser reconsiderado, resignificado em sua função na plenitude do Ser.
Mas, principalmente, perdoado e priorizado.
Reflita!
Deseja priorizar seu corpo?
Deseja dar seu primeiro passo aqui, conosco?
Deseja formar um grupo em sua cidade para que façamos um workshop?
Deseja um atendimento sem sair de casa conosco?
Deseja continuar refletindo junto  com os posts mais um tempo?

Descubra seu desejo. Identifique a função de uma “página da internet” na sua vida.
Que função você quer que essa relação virtual tenha na sua vida? Entretenimento? Informação para acumular?
Vai decidir usar a internet para transformar sua vida e  trazer movimento de volta para seu corpo também?
Ou vai continuar achando tudo muito legal, mas ignorar que somos todas consciências vivas e físicas, por trás dos monitores…?
Tenho sincera curiosidade sobre nosso comportamento.

SMA

Deseja começar a frequentar a aula de yoga perto de casa? “Tudo que move é sagrado”!

Observe sua respiração
Articule a mente

 


Anúncios

2 pensamentos sobre “A Lei da Reciprocidade

Os comentários estão desativados.