A poesia da Consciência Corporal


Imagem
É como brincar de esconder
com a luz interna
Que vive em Mim
Move-se de dentro pra fora

Me assalta
move-se de fora pra dentro
Como a primeira respiração
Perplexidade e gratidão
Movimento contínuo
até o total repouso

Tomar consciência do corpo
é saber ter orgasmos e dores
Uma habilidade sagrada, curativa
É estar num templo sagrado
Todos os momentos
a cada respiração

No silêncio, o corpo fala sobre nossa alma
O corpo intermedia a essência do SER
Essência que pulsa e respira

A consciência corporal é inerente
ao despertar da consciência

A Alma se manifesta em Corpo
até a última respiração

A consciência corporal é o beijo
na própria essência do SER
Constante, amiga, leal.

Observe a respiração.
Articule-se sua mente! 

Anúncios