El Morya sobre a gratidão


hála-1

“…A gratidão ou a irradiação do agradecimento a Deus é a mais sublime, maravilhosa exteriorização da vida, pois não somente alivia a mente, o corpo e o espírito, senão que deixa surgir, como de súbito, uma ilimitada abundância de virtudes para onde quer que a nossa atenção se dirija.

A gratidão é, também, uma contagiante exteriorização do espírito e um dos mais fortes laços da atividade divina. Ela transmuta, instantaneamente, todos os sentimentos violentos, resistentes e desarmônicos e, também, é uma atração cósmica para conceder todas as coisas boas àqueles que expressam um sincero agradecimento.

A gratidão é, de fato, a Chama da Vida que se compraz, ama e se evidencia de várias maneiras. No retorno ela enriquece o seu criador com uma irradiação de natureza e intensidade semelhante à que ele projetou.

Não haveria doença alguma se o indivíduo soubesse ser suficientemente grato aos prestimosos elementos de seu corpo, também não haveriam doenças mentais ou emocionais se ele soubesse ser grato à Inteligência Divina e as substâncias emotivas que lhes são cedidas pela Criação Cósmica.

A ingratidão trouxe à forma ou à manifestação todos os estados de sofrimento. A autocomiseração é uma das maiores ofensas à Vida, visto que Esta derrama, ininterruptamente, a sua dádiva sobre os humanos, muito alem do seu merecimento.

Se dirigis vosso pensamento ao Deus da Gratidão, o Bem-Amado David Loyd e dais a Ele vossa consciente atenção, recebereis, no retorno de vossa própria energia, os ensinamentos da Gratidão e Ele vos auxiliará a irradiá-la de vós sem qualquer esforço.

Todo Alento que é exalado do corpo de cada ser humano deveria estar abastecido com a consciente expressão da Gratidão…”

Sou grata à cada consciência amiga que lê o que escrevo e propaga o que é para ser propagado.

Anúncios